Participe!

domingo, 27 de março de 2011

Produção do conhecimento em Luckesi

Estive na Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (UFBA) no dia 21 de março de 2011 e participei da aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Educação. “Produção do conhecimento: metodologia e política” foi o tema de reflexão proposto por Cipriano Luckesi. O referido autor dividiu sua exposição em três blocos – produção do conhecimento, metodologia e política – e em cada um destes apresentou tópicos, acompanhados de explicação.
Para quem se interessa por pesquisa e produção do conhecimento e está envolvido no desenvolvimento de projetos de pesquisa ou relatório, vale apena apreciar.


A. PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO

√ É preciso compreender a importância do sujeito na produção do conhecimento;
√ Somos sujeitos que pensamos e conhecemos, somos sujeitos que produzimos conhecimentos;
√ O pensamento de René Descartes, “Penso, logo exist!”, é fundamento para esta ideia.
√ Pensamento de Karl Marx;
√ A aparência não dá conta da realidade;
√ A essência está expandida, é aquilo que se esconde, nem sempre se manifesta;
√ O pesquisador busca compreender aquilo que não é compreendido, é aquele que busca a essência.

√ Conhecer significa elucidar a realidade = trazer a luz;
Como elucidar a realidade? Descobrindo as conexões constitutivas da realidades. Descobri-las é papel dos pesquisadores;
√ Enquanto não descobrimos as conexões, vemos apenas a aparência;
√ Investigar as tramas (relações) entre os componentes da realidade é o que nos permite produzir conhecimento.

B. AÇÕES METODOLÓGICAS RELEVANTES
De acordo com Luckesi, o pesquisador precisa:
√ Fato heurístico é um ato particular a partir do qual desvendamos um fato universal;
√ Se queremos produzir ciência, é necessário procurar um fato heurístico. Para isso, é necessário estudar uma área com profundidade.

√ Necessidade de utilizar a descritiva da realidade = não há ciência sem descritiva, sem dados da realidade.

√ Aproximar-me da realidade com uma lente ( o instrumento);
√ Devemos nos basear no que afirma Freud: é preciso ter uma atenção flutuante.
√ Ter noção do que é preciso ser pesquisado = ler tudo de uma área, se apropriar de um campo do conhecimento.

√ Para Marx fazemos pesquisa com multideterminação, isto é, com múltiplas variáveis. Multideterminação = ver a realidade enquanto complexidade;
√ Trabalhando com uma variável ou variáveis restritas, há uma qualidade de interpretação; com variáveis múltiplas, outra qualidade de interpretação;
√ Já Aristóteles defendia o princípio aristotélico da identidade que admitia trabalhar apenas com uma variável.

C. POLÍTICA


√ O conhecimento sustenta as soluções das coisas do dia a dia, isto é, empre há solução;
√ A abertura para a intuição abrevia as dores do parto;
√ O conhecimento abre uma porta para compreender a realidade e para resolver problemas = poder material do conhecimento na vida pessoal e na vida coletiva.

Concluindo sua reflexão, Luckesi afirmou que:
Podemos pensar que podemos produzir conhecimento. Todo ser humano pode ser pesquisador. Nosso trabalho é ultrapassar as aparências, utilizando ferramentas metodológicas apropriadas.

Conheça o blog de Cipriano Luckesi:

0 comentários:

AS PLANTAS CURAM!

AS PLANTAS CURAM!
Clique na imagem e saiba como.

Adquira o meu livro sobre o Liceu do Ceará

Quer apoiar nossas publicações? Doe o que puder!