quinta-feira, 26 de julho de 2012

Um proposta para trabalhar o tema VOCAÇÃO na escola

Compartilho com vocês uma atividade sobre vocação, já que nos aproximamos de agosto, considerado o mês vocacional para os católicos. Por meio desta proposta, os estudantes poderão refletir sobre o sentido da vida, sua vocação e missão no mundo. Além disso, produzirão cartazes, socializando suas reflexões.

1 Inicialmente, apresente aos estudantes a seguinte motivação:

è No mês de agosto costumamos refletir sobre vocação, palavra de origem latina que significa “chamado”. Você já parou para pensar que sua vida tem um sentido e que você é chamado para cumprir uma missão? Reflita um pouco sobre isso e procure expressar sua reflexão, completando a seguinte frase:
“Minha vocação é...”

è Uma vez elaborada das frases, os estudantes podem:
     o   compartilhar as frases e os sentimentos a respeito;
  o   identificar e relacionar alguma poesia, letra de música, imagem ou vídeo que expressem bem a reflexão sintetizada na frase; 
  o   Criar cartazes com as frases elaboradas pelos estudantes. pelo grupo. Estes cartazes poderão ser espalhados em toda a escola.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Curso Livre "Pesquisa-ação e ressignificação da cultura de estudo na escola"

O Ateliê de Educadores abre inscrições para participação no curso livre PESQUISA-AÇÃO E RESSIGNIFICAÇÃO DA CULTURA DE ESTUDO NA ESCOLA. O curso é gratuito e destina-se aos interessados no assunto e que estão dispostos a desenvolver pesquisas e ações de intervenção em suas comunidades educativas*. Visando participação efetiva no curso, os interessados devem ter disponibilidade de pelo menos 1 hora diária para estudo, possuir noções básicas em informática, internet e educação à distância e estar dispostos a aprender colaborativamente.
CRONOGRAMA
Período de inscrição: 24 de julho a 04 de agosto de 2012.
Divulgação da lista dos candidatos selecionados: 05 de agosto de 2012
Período de realização do curso: 11 de agosto a 22 de setembro de 2012.
Clique aqui e faça logo a sua pré-inscrição!

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O CURSO
Curso: Pesquisa-ação e resignificação da cultura de estudo na escola.
Objetivo: Orientar a elaboração, execução e avaliação de projeto de intervenção com foco na cultura de estudo em ambiente escolar, tendo por referencial a pesquisa-ação.
Mediador: Francisco Sales da Cunha Neto – Mestre em Educação (UFC), Licenciado em História (UECE). E-mail: sallescunha.neto@yahoo.com.br
Carga horária: 80 horas.
Período: 11 de agosto a 22 de setembro de 2012.
Público-alvo:Profissionais interessados no assunto, com disponibilidade de 1 hora por dia para estudo colaborativo.
Pré-Requisitos:
Para participar do curso é necessário:
* Possuir acesso a Internet e saber navegar na web;
* Possuir e utilizar e-mail;
* Dispor de 1 hora diária para estudo;
* Ter conhecimentos básicos sobre windows (nível de usuário) e de operações simples como download de arquivos, salvar arquivos, uso de formulários web, dentre outros;
* Ter autodisciplina, motivação e responsabilidade, qualidades essenciais para realizar cursos à distância;
* Ter instalado em seu micro: navegador web, plugin para exibição de animações em flash, Adobe Acrobat Reader.
Promoção: Ateliê de Educadores (atelierdeducadores.blogspot.com)

* Os candidatos ao curso devem estar trabalhando em alguma escola  (pública ou privada) e durante o curso deverão ter condições/autorização para mobilizar sua comunidade escolar para desenvolvimento do projeto de intervenção visando a superação dos desafios quanto à cultura de estudo.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

PAI-NOSSO MEDITADO


No Pai-Nosso, louvamos a Deus, proclamando sua santidade:
PAI-NOSSO QUE ESTÁS NO CÉU, SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME.
Pedimos para que o seu Reino de paz se estabeleça entre nós, reconhecendo que isso só será possível se seguirmos o seu projeto e cumprirmos a sua vontade:
VENHA A NÓS O VOSSO REINO, SEJA FEITA A VOSSA VONTADE, ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU.

Solicitamos a Deis o alimento que dará sustento às nossas vidas: o pão material e o pão espiritual:
O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE.


Pedimos perdão, conscientes que é imprescindível perdoar a que nos magoa ou faz mal:
PERDOAI AS NOSSAS OFENSAS, ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO.

Por fim, conscientes de nossas fraquezas, clamamos a Deus forças para não vacilar diante das tentações do ter, do poder e de prazer:
NÃO NOS DEIXEI CAIR EM TENTAÇÃO, MAS LIVRAI-NOS DO MAL. AMÉM.


Conscientes, portanto, de tudo isso, rezemos a Deus pela fraternidade entre nós.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Projeto BATE-PAPO ATELIÊ

Apresentação
O Ateliê de Educadores lança hoje o projeto Bate-papo Ateliê com o objetivo de favorecer o diálogo entre educadores, pais e educandos a respeito de temas educacionais. O ambiente virtual de Aprendizagem Moodle será o espaço para a realização desta proposta. Assim, estamos dando mais um passo para colaborar com a educação formal e informal de qualidade.
A participação é gratuita e não dará direito a certificado. O ganho verdadeiro é a troca e a construção de conhecimentos.
Metodologia
1  Os participantes terão o prazo de uma semana para editar seu perfil e registrar suas perguntas a partir do tema proposto. Podem, no período, interagir com os colegas, apresentando suas reflexões a respeito. A participação no fórum acontece de acordo com a disponibilidade de cada participante (participação assíncrona), dentro do período determinado para o fórum. Para isso, o ambiente fica disponível 24 horas por dia.
2  Com base nas indagações e contribuições dispostas no fórum, um especialista no assunto realizará debate síncrono (em tempo real) por meio de chat, em dia e horário previamente marcados.
3  Após discussão, os participantes serão convidados a avaliar o bate-papo, dando seus depoimentos. Para isso, terão dois dias. Ma o ideal é colaborar logo após realização do bate-papo.
4  Serão indicadas leituras e apreciação de recursos midiáticos para aquecimento e aprofundamento em relação ao tema proposto.
5  Todas as contribuições poderão ser utilizadas para eventuais publicações, com a devida autorização dos participantes.
Critérios para participação
Os interessados no bate-papo Ateliê deverão:
+ ter facilidade de acesso à internet;
+ ter disponibilidade de tempo para registrar dúvidas e outras contribuições no fórum;
+ ter disponibilidade de tempo para participação no bate-papo, em dia e horário marcados;
+ participar ativamente do todas as etapas do projeto;
+ autorizar utilização de suas contribuições para eventuais publicações.
 
Tema do primeiro bate-papo
Educação das novas gerações: como e quando trabalhar com limites.
 
Cronograma
Período de inscrição: 25 a 30 de junho de 2012.
Divulgação da lista de selecionados: 01 de julho de 2012.
Período de participação no fórum: 02 a 06 de julho de 2012.
Data e horário do bate-papo: 09 de julho de 2012, das 20 às 21 horas.
Registro dos depoimentos: 9 a 11 de julho de 2012.
Caso você atenda aos critérios relacionados neste projeto e deseja participar do mesmo, clique aqui e faça sua pré-inscrição.

sábado, 16 de junho de 2012

Curso DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA ACADÊMICA

É comum encontrarmos estudantes de graduação e/ou pós-graduação preocupados com a elaboração de textos acadêmicos (anteprojetos e projetos de pesquisa, artigos, monografia, dentre outros), especialmente porque enfrentam o desafio da leitura e da escrita. Uma dificuldade enfrentada pelos estudantes, por exemplo, é a organização das ideias e seu registro (colocar as ideias no papel, no discurso popular).

Cientes desta demanda o ATELIÊ DE EDUCADORES promoverá, a partir de 04 de agosto de 2012, o curso livre à distância DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA ACADÊMICA. O mesmo será oferecido por grupo interdisciplinar que dará subsídios para o favorecer a escrita a partir da oferta integrada de 4 disciplinas:
  • Introdução ao Moodle e ao curso;
  • Produção textual;
  • Metodologia da Pesquisa;
  • Orientação temática.
Em Introdução ao Moodle e ao curso, o estudante conhecerá as ferramentas e as atividades do Moodle (Ambiente Virtual de Aprendizagem), por meio do qual poderá interagir com colegas e professores e realizar seus estudos e produções. Também conhecerá a proposta do cursos e os princípios recomendados para atingir os objetivos. Carga horária: 20 horas.

Em Produção textual, conheceremos a escrita do estudantes, faremos diagnóstico desta e proporemos estratégias para favorecer a aprendizagem da escrita acadêmica. Carga horária: 80 horas.

Por meio de Metodologia da Pesquisa, o estudante conhecerá e utilizará os recursos/ferramentas indispensáveis ao bom pesquisador. Nessa disciplina deverão ser considerados os materiais utilizados/recomendados pelos cursos de origem do estudante. Carga horária: 60 horas.

Finalmente, a disciplina Orientação temática, oferecerá subsídios para o conhecimento aprofundado das temáticas de pesquisa. Alguém que, por exemplo, deseja pesquisar na temática "Educação infantil", terá o acompanhamento de especialista no assunto. Carga horária: 40 horas.

A proposta do curso, portanto, não é produzir o texto pelo estudante, mar dar subsídios ao mesmo para que ele consiga produzir com qualidade e autonomia o seu próprio texto.

Período de realização do curso: 04 de agosto a 28 de setembro de 2012.

Carga horária: 200 horas/aula.

Cronograma:

Investimento: R$550,00 (Pagamento à vista com 10% de desconto. Parcelamento em até 5 X no cartão, sem desconto).
Período da pré-inscrição: 18 de junho a 22 de julho de 2012.
Faça sua pré-inscrição clicando aqui!

SELECIONADOS PARA O CURSO PLANEJAMENTO MEDIADO EM AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE

Olá amigos e amigas do Ateliê de Educadores,

Divulgamos a lista de selecionados para o curso Planejamento mediado em Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle:

1.       Alan Cardeck de Vasconcelos – Natal- RN
2.       Aline Teixeira Araujo - Salvador - BA
3.       Amélia Lima Silva– Salvador – BA
4.       Ana Carla Nunes – Salvador – BA
5.       Angela Gomes Bacellar da Silva – Salvador – BA
6.       Cristina Torres - Imperatriz – MA
7.       Elisa Maria Gomide – Anápolis – GO
8.       Gigliola Sena - Salvador - BA
9.       Helen Simone Alves de Medeiros - Caldas Novas - GO
10.   Iracema Oliveira de Jesus - Salvador – BA
11.   Ivanete Nunes de Oliveira - Paulo Jacinto – AL
12.   Ivanildo da Cunha Ximenes – Jaboatão dos Guararapes – PE
13.   Jeane Sales de Souza dos Santos – Malhada – BA
14.   Joselúcia Lisboa dos Santos – Maracás – BA
15.   Karina Cristina Carvalho dos Santos- Manaus – AM
16.   Maiane Rossi – Manaus – AM
17.   Marcia Maria Aires Nunes - Caldas Novas - GO
18.   Marcya Gabryelle Freitas Santos - Manaus – AM
19.   Maria Cleta dos Santos Andrade – Salvador - BA
20.   Maria Elizabete Pereira de Almeida - Itabuna-BA
21.   Patricia Andreia Jesus Reis - Salvador –BA
22.   Patricia dos Santos Argolo – Salvador - BA
23.   Paula Roberta Carvalho de Souza – Salvador – BA
24.   Priscila Suelen Trevisan Campagna - Araras – SP
25.   Rafael da Silva Pereira - Salvador – BA
26.   Raimundo Nonato de Oliveira – Teresina - PI
27.   Rosângela da Silva Calvet – Caldas Novas - GO
28.   Samuel Vicente da Silva Junior – Amazonas – AM
29.   Ticiane Sampaio Ferreira – Salvador – BA
30. Vicente Candido - São Paulo –SP
  Recordamos aos selecionados que é imprescindível a participação diária no curso, visando em especial a aprendizagem colaborativa. Aproveitamos a oportunidade para desejar a todos um excelente curso!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Curso livre "Planejamento mediado em Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle"

O Ateliê de Educadores abre  inscrições para participação em Curso livre sobre Planejamento mediado em Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle, de 05 a 15 de junho de 2012. O curso é gratuito e destina-se àqueles interessados em Planejamento, que tenham disponibilidade de 1 hora diária para estudo, noções básicas em informática, internet e educação à distância e queiram, de fato, aprender colaborativamente.

INSCRIÇÕES ENCERRADAS

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O CURSO
Curso: Elaboração de Projetos por meio do Moodle - Ambiente Virtual de Aprendizagem.
Objetivo: Apresentar as ferramentas de comunicação e interação do Moodle enquanto ferramentas relevantes para o planejamento em vários tipos de projeto: projeto de vida, plano de negócio, projeto político-pedagógico, projetos escolares, dentre outros
Mediador: Francisco Sales da Cunha Neto – Mestre em Educação (UFC), Licenciado em História (UECE). E-mail: sallescunha.neto@yahoo.com.br
Carga horária: 80 horas.
Período: 16 de junho a 21 de julho de 2012.
Público-alvo: Profissionais interessados em planejamento, com disponibilidade de 1 hora por dia para estudo colaborativo.
Pré-Requisitos: Para participar do curso é necessário:
·         Possuir acesso a Internet e saber navegar na web;
·         Possuir e utilizar e-mail;
·         Dispor de 1 hora diária para estudo;
·         Ter conhecimentos básicos sobre windows (nível de usuário) e de operações simples como download de arquivos, salvar arquivos, uso de formulários web, dentre outros;
·         Ter autodisciplina, motivação e responsabilidade, qualidades essenciais para realizar cursos à distância;
·          Ter instalado em seu micro: navegador web, plugin para exibição de animações em flash, Adobe Acrobat Reader. 
Promoção: Ateliê de Educadores (atelierdeducadores.blogspot.com)

terça-feira, 29 de maio de 2012

Curso gratuito de História da Bahia

O Centro de Memória da Bahia e o Instituto Anísio Teixeira realizam o curso Ensino de História da Bahia entre junho e novembro de 2012, com o objetivo de promover debate sobre a instrução de História da Bahia, com vistas a formar profissionais capacitados para ministrar diferentes temas da história da Bahia nos ensinos fundamental e médio em nosso estado.
Segue programação em anexo.

Inscrições gratuitas para professores da rede pública estadual e alunos de história.
Cmb.fpc@fpc.ba.gov.br
3117-6067

sábado, 14 de abril de 2012

Como eu vejo a TEORIA na educação?

A teoria é uma força que não podemos ignorar. Ela está a serviço de toda e qualquer ação.
A teoria nunca pode estar dissociada da prática.
Uma teoria é criada a partir de um olhar sobre uma realidade. É interpretativa e propositiva.
Não há prática que não esteja fundamentada por uma teoria.
Sendo a prática uma atitude política, devemos conhecer bem (ter/com consciência) a teoria na qual nos apoiamos.
A teoria está aí para ser testada, para ser posta à prova.
Se a teoria demonstra fragilidade, aí encontro uma lacuna e a partir disso posso elaborar nova teoria capaz de iluminar a ação.
A teoria é sempre resposta a desafios do contexto e do tempo. Pode ela colaborar com a reprodução ou com transformação da realidade.
O diálogo com a teoria, na sua relação com a prática, é um exercício de autoria.
Teorias, às vezes, são livros que depositamos na estante de nossa casa, mas que não abrimos, nem apreciamos. Como, então, compreender o seu valor?!

O que aqui escrevo é teoria e, com tal, encontra-se aberto ao questionamento e ao enriquecimento por outros olhares mediatizados pelo diálogo.

sábado, 7 de abril de 2012

A Fundação Pedro Calmon, através do Centro de Memória da Bahia, convida todos a participar da 10ª edição do Conversando com sua História,  que ocorrerá entre abril e outubro de 2012. no módulo Escravidão e Liberdade, discutido no mês de abril, teremos a palestra intitulada Índios, colonos e autoridades régias na colonização reformista da antiga capitania de Porto Seguro, que será ministrada pelo Prof. Ms. Francisco Eduardo Torres Cancela (UNEB). Contamos com sua participação!

Local: sala Kátia Mattoso, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris)
Data: 09 de abril de 2012
horário: 17h
Inscrições gratuitas.
3117-6067

Entrada Franca. Certificado para aqueles que atigirem 75% de participação em todo o curso.

Resumo
A palestra pretende analisar as experiências vividas por índios, colonos e autoridades régias na antiga Capitania de Porto Seguro, entre a segunda metade do século XVIII e princípios do XIX. Ao mergulhar no contexto de reformas do reinado de d. José I, a exposição discutirá um projeto metropolitano que pretendia fazer do atual extremo sul da Bahia um celeiro de víveres para alimentar as principais cidades da América portuguesa. Baseado no aproveitamento da população indígena, a realização deste projeto foi delineada através de um intenso embate entre políticas indigenista e políticas indígenas, evidenciando não apenas a importância da questão indígena para a colonização daquela região, como também as diversas estratégias desferidas pelos índios a fim de conquistarem melhores condições de vida naquela sociedade.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Dia internacional da mulher

Em 8 de março celebraremos novamente o Dia Internacional da Mulher. A origem desta data comemorativa encontra-se associada aos movimentos feministas que buscavam mais dignidade para as mulheres numa sociedade que ainda no século XVIII impunha às mulheres péssimas condições de trabalho, restrição aos espaços públicos e à cultura, exploração sexual, preconceito de gênero, dentre outras questões que feriam a cidadania das mulheres.

8 de março de 1857, na perspectiva capitalista, é uma data de referência para a comemoração do dia das mulheres, pois neste dia 129 tecelâs novaiorquinas da fábrica de tecidos Cotton foram trancadas e queimadas vivas no próprio ambiente de trabalho por iniciativa da polícia da época e dos donos da empresa, por reivindicarem melhores condições de trabalho, o direito de redução da jornada de trabalho diária de 16 horas para 12 horas, equiparação de seus salários aos dos homens e digno tratamento no ambiente de trabalho.

Durante a II Conferência Internacional de Mulheres, realizada na Dinamarca (1910), a feminista Clara Zetkin sugeriu que, em recordação às operárias de Nova Iorque – Estados Unidos da América, o 8 de março foi considerado Dia internacional da Mulher.

Em 1975, a Organização das Nações Unidasdeclarou a década de 1975 a 1985 como a década da mulher, reconhecendo o 8 de março como o seu dia. Em 1977, a Unesco considerou oficialmente este dia como o Dia da Mulher, em homenagem às 129 operárias queimadas vivas.

Em vários países a data vai além do caráter comemorativo. Além de homenagens às mulheres fazem-se conferências, seminários com o intuito de refletir sobre o papel da mulher na sociedade contemporânea, tendo em vista a superação do preconceito e das diferenças de gênero.

Pesquisadoras como Dolores Farias (UFC) e Naumi Vasconcelos (UFRJ), de acordo com Gionotti (2004), põem em questão a origem do oito de março, levantando a possibilidade do evento de 1857 nunca ter existido, baseando-se na obra de Renée Côté (1984): “O Dia Internacional da Mulher – Os verdadeiros fatos e datas das misteriosas origens do 8 de março, até hoje confusas, maquiadas e esquecidas”. A esse respeito, informa Gionotti (2004) que:

A canadense Renée Côté pesquisou, durante dez anos, em todos os arquivos da Europa, EUA e Canadá e não encontrou nenhuma traça da greve de 1857. Nem nos jornais da grande imprensa da época, nem em qualquer outra fonte de memórias das lutas operárias.
Ela afirma e reafirma que essa greve nunca existiu. É um mito criado por causa da confusão com as greves de 1910; de 1911, nos EUA; e 1917, na Rússia.
Essa confusão se deu por motivos históricos políticos, ideológicos e psicológicos que ficarão claros no fim do artigo.
Pouco a pouco, o mito dessa greve das 129 operárias queimadas vivas se firmou e apagou da memória histórica das mulheres e dos homens outras datas reais de greves e congressos socialistas que determinaram o Dia das Mulheres, sua data de comemoração e seu caráter político.
Já em 1970, o mito das mulheres queimadas vivas estava firmado. Rapidamente foi feita a síntese de uma greve que nunca existiu, a de 1857, com as outras duas, de costureiras, que ocorreram em 1910 e 1911, em Nova Iorque.
Nesse ano de 1970, com centenas de milhares de mulheres americanas participando de enormes manifestações contra a guerra do Vietnã e com um forte movimento feminista, em Baltimore, EUA, é publicado o boletim Mulheres-Jornal da Libertação. Neste já se reafirmava e se consolidava a versão do mito de 1857.
Mas, na França, essa confusão não foi aceita tranqüilamente por todas e todos. O jornal nº 0, de 8 de março de 1977, História d´Elas, publicado em Paris, alerta para esta mistura de datas e diz que, em longas pesquisas, nada se encontrou sobre a famosa greve de Nova Iorque, em 1857. Mas o alerta não teve eco.

As controvérsias estão postas. Salve a historiografia! Às mulheres socialistas devemos a real origem do dia internacional das mulheres.

Referência
GIANNOTTI, Vito. O Dia da Mulher nasceu das mulheres socialistas. Disponível em: <http://www.piratininga.org.br/publicacoes/mulher-miolo.pdf>. Acesso em: 05 Mar. 2012.


Frases para o Dia da Mulher
A história da mulher é a história da pior tirania que o mundo conheceu: a tirania do mais fraco sobre o mais forte. (Oscar Wilde).

Não se nasce mulher: torna-se. (Simone de Beauvoir).

A mulher é uma substância tal, que, por mais que a estudes, sempre encontrarás nela alguma coisa totalmente nova. (Léon Tolstoi).

O verdadeiro homem quer duas coisas: perigo e jogo. Por isso quer a mulher: o jogo mais perigoso. (Friedrich Nietzsche)

Cuida-te quando fazes chorar, uma mulher, pois Deus conta as suas lágrimas... A mulher foi feita da costela do homem e não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior... E sim do lado para ser igual, debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada! (Provérbio judaico)

Existem três coisas que os homens podem fazer com as mulheres: amá-las, sofrer por elas, ou torná-las literatura. (Stephen Stills)

A sabedoria das mulheres não é raciocinar, é sentir. (Immanuel Kant)

Quem não sabe aceitar as pequenas falhas das mulheres não aproveitará suas grandes virtudes. (Khalil Gibran)

Acredito que o talento especial da mulher é elétrico em movimento, intuitivo em função e espiritual em tendência. (Margaret Fuller)

AS PLANTAS CURAM!

AS PLANTAS CURAM!
Clique na imagem e saiba como.

Aprenda a vender pelo Facebook. Clique na imagem e saiba mais.

Aprenda a vender pelo Facebook. Clique na imagem e saiba mais.
Os módulos abordados abrangem desde introduções ao Marketing Digital até a demonstração de que fazer parte do Facebook

Adquira o meu livro sobre o Liceu do Ceará

Quer apoiar nossas publicações? Doe o que puder!