terça-feira, 11 de outubro de 2011

Miguel Magone

Em outubro de 1857, quando Dom Bosco se encontrava na estação de uma pequena cidade chamada Carmagnola, a 30 km de Turim – Itália, observou a algazarra de um grupo de meninos de rua. Um deles se destacava por sua expressiva liderança: Miguel Magone.

Indo ao encontro destes, Dom Bosco foi logo indagado por Miguel:

- Quem é você para vir e se intrometer em nossos jogos?

- Sou um amigo seu, disse Dom Bosco. E você, quem é?

- Quem sou eu? Miguel Magone, o capitão do exército!

Miguel tinha treze anos. Era um garoto sem pai e pouco assistido pela mãe, que se ocupava de trabalho para sustentar a família. Por conta disso, Miguel vagava pelas ruas de Carmagnola e exercia o comando sob um grupo de meninos sem perspectivas de vida digna.

Miguel não poderia imaginar que seu encontro com Dom Bosco iria mudar sua vida. De fato, Dom Bosco era seu amigo: levou-o para Turim e lá Miguel encontrou uma casa, uma família, um pai e uma nova chance para a vida. Com Dom Bosco, deixou a rua e começou a estudar, vivendo uma verdadeira jornada educacional.

Miguel Magone morreu no dia 21 de janeiro de 1859, vítima de uma doença pulmonar. No curto espaço de tempo com Dom Bosco, percorreu um caminho de crescimento na fé e encontrou sentido em sua vida.

0 comentários: