sexta-feira, 18 de abril de 2014

O Moodle, a interação e a aprendizagem significativa


Tive a oportunidade de participar do curso “Primeiros passos no Moodle” no ano de 2007, promovido pelo MoodleBrasil. Foram mais ou menos três meses de dedicação e de estudo no qual vivenciei o que, para mim, foi uma proposta rica e coerente de educação à distância. Nele, conhecemos a história do Moodle, experimentamos todas as ferramentas do ambiente e vivemos na prática a construção significativa de conhecimentos por meio da interação e da colaboração.
 
O Moodle é um ambiente virtual de aprendizagem e foi criado em 2002 por Martin Dougiamas, profissional de informática com formação em Pedagogia. Foi pensado a partir de uma filosofia sócio-construtivista, isto é, da compreensão de que as pessoas constroem ativamente novos conhecimentos por meio da interação e da colaboração.

 
A filosofia pedagógica do Moodle fortalece a noção de que o aprendizado ocorre particularmente bem em ambientes colaborativos. Por isso, dá ênfase a ferramentas de interação entre os participantes de um curso.

 
O fórum, o diário e o chat são as ferramentas de interação mais utilizadas.

 
No fórum os participantes podem trocar mensagens contendo texto, imagens, links ou documentos anexados. Sua característica principal é a assincronicidade, possibilitando que cada aluno encaminhe sua resposta ou mensagem no momento adequado, dentro de sua programação pessoal de estudos e interação. 

 
O chat diferencia-se pelo fato de necessitar de todos os participantes interagindo em um mesmo horário, sendo uma ferramenta bastante utilizada para que os alunos de uma comunidade possam ter momentos de contato síncrono e, dessa forma, encaminhar dúvidas ou discussões sobre os assuntos sendo estudados. 

 
O diário também permite flexibilidade nos horários de interação, porém é uma ferramenta de interação entre professor e aluno.

 
Essas e outras ferramentas estão no Moodle, mas para que haja construção significativa de conhecimentos, os participantes de um curso proporcionado no referido ambiente precisam superar visões tradicionais de ensino e aprendizagem. Por exemplo, se entram no ambiente, cumprem mecânica e superficialmente as atividades propostas e não procuram dialogar com outros participantes do curso, não interagem nem colaboram.

 


No Moodle, a aprendizagem acontece em rede, pois tudo que há no ambiente é motivo para aprender, o tempo todo é propício para a aprendizagem e todos que participam de um curso são ensinantes e aprendentes.

 
No Moodle, interagir e colaborar é preciso. Se não estivermos atentos a isso, se não colocarmos a nosso serviço as ferramentas de interação, esvaziamos uma ótima proposta de aprendizagem.


SAIBA MAIS

Moodle, uma introdução (Por Maria João)

O que é o Moodle? - Vídeo

0 comentários: