quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Projeto de Pesquisa

Para quem vai realizar uma pesquisa o planejamento é fundamental. Mas, será que estamos convencidos a respeito da importância de um projeto de pesquisa? Provavelmente, conhecendo algumas definições sobre projeto de pesquisa, consigamos reconhecer referida importância.

A Associação Brasileira de Normas e Técnicas (2011), por exemplo, afirma que o projeto de pesquisa é uma das fases da investigação (a primeira fase). Além disso, define que ele é a descrição da sua estrutura. Tal estrutura compreende: capa, contracapa, introdução, tema, justificativa, problema de pesquisa, referencial teórico, metodologia, cronograma e referências.

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Uma oficina de (auto)biografia

Quando cursava o mestrado em educação (UFC) tive a oportunidade de elaborar uma autobiografia, fruto de trabalho acadêmico solicitado por uma das disciplinas no referido curso. Gostei tanto dessa experiência que a levei para o curso de graduação de pedagogos, em algumas instituições nas quais atuei. Foram muitas turmas que aceitaram a proposta de elaboração de biografias ou autobiografias com foco na história de educação,

Compartilho nessa postagem a sequência didática que utilizava, seguida de orientações metodológicas voltadas para a mediação de produção de (auto)biografias.

Logo nos primeiros encontros, visando deixar claro o que seria a (auto)biografia, levava citações de alguns autores, tais como:

“(...) o método (auto)biográfico tem se mostrado como opção e alternativa às disciplinas das ciências humanas, para fazer mediação entre a história individual e a história social, visto que, segundo Ferraroti (1988, p. 24) “o seu caráter essencial, é a sua historicidade profunda, a sua unicidade”. Ao afirmar que toda práxis humana é reveladora das apropriações que os indivíduos fazem das relações e das próprias estruturas sociais, o referido autor defende que “podemos conhecer o social a partir da especificidade irredutível de uma práxis individual (...).”  (MOURA, 2004, p. 126).

“As (auto)biografias são constituídas por narrativas em que se desvelam trajetórias de vida. Esse processo de construção tem na narrativa a qualidade de possibilitar a auto compreensão, o conhecimento de si, àquele que narra sua trajetória.” (ABRAHAO, 2004, p. 203).

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Construindo um Glossário

A proposta
Visando colaborar com a aprendizagem de conceitos-chave na disciplina "Trabalho e sociedade", do curso de Serviço Social, solicitei a um grupo de estudantes da elaboração de um glossário.
Inicialmente os conceitos serão produzidos individualmente tendo por base alguns textos de referência e, em alguns encontros presenciais, serão elaborados coletivamente, tendo com suporte a utilização de quadros comparativos.

Conceito
O glossário é comumente utilizado em dissertações acadêmicas ou livros científicos, destinando-se a reunir conceitos breves que facilitem a compreensão do texto. São dispostos, portanto, no final dos mesmos.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Plágio acadêmico


Um trabalho acadêmico, a exemplo da monografia ou do artigo científico, exige o exercício da autoria por parte do pesquisador. A autoria compreende o diálogo com estudiosos num determinado assunto e com a realidade. Fruto desse diálogo, significa a habilidade de apreciar o mundo e, a partir disso, expressar suas ideias.

Ao ser motivado a realizar uma pesquisa científica o estudante escolhe um tema e um problema bem delimitados e a partir disso adquire a oportunidade de aprofundar-se no tema, tornando-se um especialista no mesmo com possibilidades de oferecer contribuições teóricas e práticas. Quando, por algum motivo (1), o estudante abre mão da autoria e opta pelo plágio, pode imaginar que está enganando àquele quem apreciará a produção e possivelmente atribuirá um conceito ou nota, mas está primeiramente enganando a si mesmo, negando sua condição e rica oportunidade de compreender e (re)significar a realidade.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

A escolha do tema de pesquisa

Escolher um tema é a primeira ação que precisa ser realizada por uma pessoa de decide desenvolver uma pesquisa acadêmica.

De acordo com Marconi e Lakatos (2007) tema é “assunto que se deseja estudar e pesquisar”. Para Wazlawick (2009), o tema corresponde a “uma área de conhecimento ou um aspecto de uma área de conhecimento que se deseja investigar e desenvolver”. Os referidos autores, ao apresentarem suas definições, apontam o que é o tema (assunto, área do conhecimento...) e as ações desenvolvidas em relação ao tema (pesquisar/investigar, estudar, desenvolver) o que nos leva a entender que a escolha de um tema exige do estudante interesse, compromisso e disciplina, envolve a busca por informações, o estudo e a (re)construção de conhecimentos.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O capítulo metodológico de um projeto de pesquisa

Um projeto de pesquisa tem o capítulo metodológico como um de seus elementos. Nele expomos a metodologia que será desenvolvida pelo pesquisador, tendo em vista o alcance dos objetivos de pesquisa (geral e específicos) e, consequentemente, da resolução do problema de pesquisa. Como afirma Bastos:

O elemento básico de uma boa metodologia consiste em um plano detalhado de como alcançar o(s) objetivo(s), respondendo às questões propostas e/ou testando as hipóteses formuladas. De fato, a “boa” metodologia é a apropriada à solução do problema e aos objetivos do estudo. (BASTOS, 2003, p. 06).

O sentido etimológico de metodologia é caminho. Na pesquisa, a metodologia seria, portanto, o caminho a ser tomado pelo pesquisador, isto é o tipo de pesquisa que ele adotará (sua classificação), a população e a amostra e os instrumentos de coleta de dados com os quais ele trabalhará.


terça-feira, 1 de setembro de 2015

Pesquisa, levamento bibliográfico e revisão de literatura

Toda vez que nos dispomos a conhecer um tema buscamos várias fontes (livros, artigos, vídeos, fotografias, vídeos, entrevistas...). Hoje costumamos procurar materiais na internet, mas eles podem também ser encontrados em bibliotecas, livrarias, junto a pessoas interessadas, dentre outros.

Alguns pesquisadores adquirem conhecimento sobre o tema a partir de experiências educativas e profissionais. Nesse sentido, o estudo de fontes sobre o tema atribui sentido às experiências e acrescenta mais conhecimento.

A problematização na pesquisa

Quando pensamos em pesquisa científica somos remetidos à escolha de um tema, mas logo que isso é realizado, é preciso refletir sobre uma dúvida, uma questão que precisa ser resolvida em relação ao tema.  Todo esforço empregado na pesquisa estará destinado à resolução da questão, promovendo compreensão da realidade e (re)construção de conhecimentos.

Ter clareza do que deseja pesquisar, isto é, ter uma pergunta de pesquisa bem elaborada e clara é fundamental para o alcance de boas respostas. Ao contrário, se o pesquisador não tiver clareza do que deseja investigar, dificilmente chegará alguma descoberta.